Buscar
  • Luiza Seabra

Reuso Adaptativo e Retrofit

O que são e como definem a arquitetura contemporânea.



História real: o Panteão, monumento mais bem preservado da Roma Antiga, deve sua sobrevivência até o século XXI às formas de utilização dadas pelo homem. Ao contrário de construções como o Coliseu (parcialmente destruído após invasões bárbaras em 408-410 a.C.), o Panteão, apropriado no século VII pela Igreja Católica, resiste bravamente ao caos mundano a mais de 2 mil anos. Associar essa narrativa a das demais construções que ainda estão em pé pode não ser tão difícil assim, pelo simples fato de que, sem uso, qualquer edifício se arruina. Mas, mais importante do que isso, é destacar as transformações necessárias pelas quais eles devem passar para seguir o exemplo do Panteão.


Talvez você nunca tenha ouvido falar sobre essa técnica, mas provavelmente já conheceu algum espaço antigo que tenha sido revitalizado. Então, o termo “retrofit” nada mais é do que adaptar e renovar todo um edifício ou partes dele, mantendo suas características principais. Passam pela técnica as instalações elétricas, hidráulicas e os principais equipamentos instalados nas áreas comuns dos edifícios, como elevadores, sistemas de iluminação e mobiliários.


GMP converte fábrica de aço de Xangai em academia de arte. Imagem: Willmore CG (Fonte: Archdaily)


O retrofit busca corrigir problemas estruturais de instalações antigas, para que elas possam continuar sendo ocupadas no mundo moderno. Chamamos isso de “reutilização adaptativa”, uma estratégia sustentável e econômica, cujo reuso abre caminho para a preservação da memória através da cultura, o que muitas vezes contribui para o patrimônio histórico imaterial do país. O objetivo fundamental aqui pode ser manter uma herança histórica viva por muitas gerações, ou simplesmente preservar uma edificação comum.


Um exemplo glorioso dessa estratégia é o “Matadero”, em Madri. Segundo a própria equipe de projeto (Churtichaga+Quadra-Salcedo Arquitectos), o local era um abatedouro construído na virada do século XX, transformado em 2005, que hoje abriga espaços expositivos, cinemateca, casas de leitura, oficinas, entre outros. “As memórias, incluindo a má memória, sempre se entrelaçam e se misturam quando se intervém arquitetonicamente em um passado”, dizem os projetistas.


Imagem: Fernando Guerra | FG+SG. Fonte: Archdaily


Outro projeto muito interessante é a Estação de Correios de Houston, histórico armazém de triagem dos Correios, que passou pelo retrofit em 2019, e agora é aberto ao público e ao turismo.

Imagem: Leonid Furmansky. Fonte: Archdaily | OMA e Jason Long


A imensa maioria das pessoas não imagina a importância de preservar as edificações, seja as históricas, como o Panteão de Roma, seja o seu próprio prédio. É de extrema necessidade realizar o diagnóstico correto das patologias das construções, avaliando as condições de segurança, de manutenção, de conservação e de estabilidade dos edifícios residenciais e comerciais.


A Esfera Jr. pode te ajudar a preservar seu condomínio e evitar acidentes! Trabalhamos com projetos de Laudo Técnico de Inspeção Predial, para manter seu condomínio seguro, e de Arquitetura de Interiores para torná-lo mais agradável.

Quer conhecer melhor os nossos serviços? Clique no botão abaixo para ver nosso portfólio completo ou solicite um orçamento gratuito, e venha conversar conosco!





47 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo