Buscar
  • Natália Matteus

A importância da Arquitetura de Interiores na área da Saúde Estética

Atualizado: 1 de set.

A Saúde Estética é a área que tem como principal objetivo promover saúde através da beleza. É um meio de melhorar as condições de bem-estar físico e mental do indivíduo e ajudar a proporcionar rejuvenescimento fisiológico, melhora da autoestima e dos hábitos de vida. Os estetas, profissionais que atuam nessa área, são farmacêuticos, biomédicos, enfermeiros, dentistas, biólogos e fisioterapeutas. Por terem formação na área da saúde e possuírem conhecimento em relação à anatomia, fisiologia, fármacos, bioquímica e injetáveis, podem atuar nesse setor que está em constante ascensão.

Ter um bom projeto de arquitetura de interiores no local de atendimento é essencial para proporcionar uma boa experiência para o profissional atuante e para seus pacientes. Um espaço que transmita acolhimento, beleza e que seja diferenciado gera tanto impacto nos clientes quanto a qualidade do serviço que eles estão contratando. Além disso, propiciar um lugar interessante pode influenciar inclusive no aumento do faturamento, visto que os clientes compartilham seus momentos nas redes sociais, contribuindo para a divulgação do serviço, além do fato de fidelizá-los após terem uma boa experiência naquele local.





Contudo, a arquitetura de interiores vai muito além de projetar ambientes visualmente bonitos: as necessidades de aproveitamento dos espaços, o uso de materiais adequados, iluminação e conforto térmico também são consideradas ao realizar um projeto, principalmente quando há normas a seguir. No caso da área da Saúde Estética, alguns fatores precisam atender aos requisitos sanitários estabelecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Sendo assim, indicaremos quais são eles:



1. Iluminação


Uma iluminação adequada ao ambiente valoriza o espaço, tornando-o mais atrativo para os clientes e produtivo para os profissionais. Além de atender aspectos técnicos e funcionais, a iluminação também ajuda a ressaltar os elementos do projeto e a provocar sensações de bem-estar, paz e tranquilidade. Para que seja aprovado pela vigilância sanitária, o projeto luminotécnico deve prever somente luminárias de embutir.

O ambiente de sala de espera deve ser um espaço acolhedor, que transmita tranquilidade, visto que os procedimentos realizados na Saúde Estética são, majoritariamente, procedimentos minimamente invasivos. A iluminação indireta (direcionada para cima) traz sofisticação e conforto, atendendo a essas questões.

Fonte: Pinterest


Já a sala de atendimento requer uma luminosidade mais intensa para maior visibilidade do profissional.

Fonte: Homify

2. Conforto Térmico


Em todas as estações do ano é importante que o ambiente de atendimento proporcione conforto tanto aos profissionais quanto aos pacientes. Deve-se tomar cuidado ao realizar o projeto de um consultório para que os meios de climatização estejam de acordo com as normas. Os elementos de climatização permitidos são:

  • Ar condicionado;

  • Ventilação natural.

Já os elementos de climatização não permitidos são:

  • Ventilador;

  • Ar condicionado portátil;

  • Circulador.

Fonte: Pinterest

3. Materiais


A infinidade de opções de acabamentos de piso, parede e mobiliário é um fator que pode causar confusão na hora da escolha. Por isso, é importante ter em mente que os elementos que compõem o consultório devem ter acabamento liso impermeável, resistente e lavável. São eles:

  • Os armários e bancadas;

  • Piso e paredes;

  • Persianas.

Fonte: Pinterest


Cuidado!

Cortinas e tapetes não atendem às normas da ANVISA por não serem de fácil higienização.



4. Funcionalidades


Alguns elementos específicos são necessários para o consultório de Saúde Estética. Assim como há aqueles indispensáveis para um bom atendimento dos pacientes, também há casos de elementos que devem ser dispensados para que o projeto seja aprovado pela Vigilância Sanitária.


Itens Indispensáveis:

  • Pia com ligação de esgoto na rede pública;

  • Gavetas identificadas;

  • Depósito de Material de Limpeza (DML);

  • Local específico para armazenamento dos materiais esterilizados e não esterilizados;

  • Local de descarte de resíduos.


Itens Dispensáveis:

  • Decoração (deve ser a mais minimalista possível);

  • Vegetação.


Por fim, a arquitetura de interiores compreende as necessidades do usuário e torna o projeto possível, funcional e, no caso da área da Saúde Estética, aprovado pelos órgãos de fiscalização da saúde. Além disso, planejar ambientes como esses que foram apresentados com a ajuda de um profissional pode ser um grande diferencial em seu negócio, visto que o sucesso de um consultório guarda relação estreita entre ambientação e a sensação de bem-estar que ele provoca.


Tem o sonho de montar ou reformar o seu consultório para tornar a experiência do seu cliente ainda melhor?


A Esfera Jr. pode te ajudar a realizá-lo! Estamos à disposição para te auxiliar tanto a sanar dúvidas quanto com um orçamento gratuito!








52 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo